Dark Sun 4e – A Tumba de Aravek, Parte 1

Olá pessoal, tudo beleza? Atualmente estou mestrando Dark Sun 4e e quero começar a escrever sobre isso aqui. Hoje trago até vocês o primeiro nível da Tumba de Aravek, local que eu criei e onde os personagens do meu grupo estão explorando. Preparem-se, porque aqui é Dark Sun PORRA!

Pequeno histórico: Aravek é um antigo preserver que criou um poderoso e valiosíssimo artefato (especialmente em Athas!): a cisterna de Aravek. A cisterna é capaz de gerar água indefinidamente. Desapontado com o destino do mundo e percebendo a aproximação de sua morte, Aravek ergueu para si, nas montanhas ao norte de Urik, uma tumba, onde ele selaria consigo para sempre a cisterna e a deixaria segura das mãos depravadas dos Sorcerer Kings. Se você conhece a aventura para Dungeons and Dragons 4e “The Lost Cistern of Aravek” perceberá que eu peguei a ideia central dela – a cisterna mágica criada pelo preserver Aravek – e modifiquei bastante, fiz do Aravek um mago paranoico e que se trancou, antes de morrer, com sua criação. Achei mais legal assim.

O primeiro nível: “Vocês sentem um forte odor de podridão vindo de dentro. Conforme a poeira, decorrente da abertura dos pesados portões de pedra, se assenta fica visível que se trata de um escuro bolsão cavado dentro da montanha. O teto está a cinco homens de altura e o chão está manchado com algo que lembra sangue. Cozido.” 

O primeiro nível dessa dungeon (feita para personagens de 2º nível) foi criado para ser bem desafiador e ser algo que coloque os jogadores numa posição muio difícil, afinal de Aravek queria proteger sua criação, não será fácil roubá-la certo? Coloquei um desafio um pouco diferente para os personagens, algo que eles não poderão simplesmente bater ou desarmar, dando um toque Old School à 4ª edição.  É um desafio que deve mostrar aos jogadores o quão perigoso é explorar uma dungeon athasiana. Confiram abaixo o resultado.

A Tumba de Aravek – Nível 1


1: A entrada. Duas pesadas portas de pedra seladas por dentro, impedindo a entrada de saqueadores da tumba. Você pode pedir um teste de Str para abrir a porta DC 25 (Str+1/2 lvl+1d20). Dificilmente o cara conseguirá abrir a porta no nível 2, mas você pode aproveitar para pedir um teste de Dungeoneering ou de Perception (DC 10) para o cara perceber que a porta está selada por dentro. Se dois ou mais jogadores tentarem arrombar a porta o teste de Str deles se soma para atingir a DC 25. O objetivo não é ser um grande obstáculo, mas sim dar um saborzinho de “caramba, não deveríamos entrar aqui…”.

2: Aqui é onde a magia acontece, pilares (representados pelos quadrados escuros na figura) feitos de corpos esturricados estão por toda a parte e atacarão (+5 vs AC, 5 damage) qualquer criatura que:

  1. começar seu turno adjacente a um dos pilares;
  2. passar por um quadrado adjacente a um pilar.
OBS: Cada pilar pode atacar mais de uma vez por turno, bastando que o pj esteja adjacente a outra face do quadrado ocupado pelo pilar.

Como vocês podem imaginar esse é um ambiente bem hostil e que vai causar MUITOS problemas aos jogadores. Se eles não escolherem um caminho cuidadosamente podem até morrer antes de chegar ao outro lado da sala, pois facilmente serão alvo de 15~20 ataques para atravessar a sala. O grande objetivo não é matar os personagens, mas sim minar os healing surges e dar o tom “Dark Sun MODAFOCÁ”.

OBS: Os pilares são protegidos pela magia preserver de Aravek, e são imunes a magias, sejam arcanas ou primais.

3: Uma estátua do Aravek feita de obsidiana. Um teste de de Perception ou de Dungeoneering (DC 15) revela que o braço esquerdo da estátua é na verdade uma alavanca, que quando ativada faz a estátua se afastar e revelar uma escada que conduz para as profundezas da montanha. Percebam que se os jogadores demorarem muito para descobrir essa sacada poderão apanhar dos pilares ainda.

Como funcionou na minha mesa: Metade do grupo faltou à sessão e quem estava presente (o Warlock Templar, o Warden Wilder e o Barbarian Gladiator), acreditando que nada poderia desafiá-los, insistiu para entrar na tumba. Eles não acreditaram no quão perigosos os pilares eram e o Warlock e o Barbarian tombaram no caminho (e falharam em 2 saves vs death) e o Warden, com 7 pontos de vida, conseguiu carregá-los e levá-los ao subterrâneo da tumba. Foi bem divertido ver os jogadores escolhendo os caminhos que percorreriam e se assombrando com a periculosidade dos pilares.

OBS: Usei o Dungeon Tiles Master Set – The Dungeon para construir a tumba de Aravek e fica bem bacana viu?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s